ANÁLISE DAS ÁGUAS

Monitoramento na Bacia Parâmetros do Monitoramento Relatórios da Qualidade da Água CBHLSJ/CILSJ Mapas do Monitoramento
 

Parâmetros do Monitoramento

Monitoramento - Bacia Lagos São João

Parâmetros monitorados Descrição Local da análise

Parâmetros químicos

Oxigênio dissolvido

OD (mg/L)

Indicador sensível para os processos biológicos e químicos que ocorrem na água do mar. É de fundamental importância para avaliar as condições naturais da água e detectar impactos ambientais como eutrofização e poluição orgânica.

In situ

 

DBO (mg/L) Quantidade de oxigênio necessária para oxidar a matéria orgânica biodegráveis sob condições aeróbicas. É uma variável  de qualidade da água que quantifica a poluição orgânica e cujo efeito é a depressão do oxigênio, que poderá conferir  condição anaeróbica ao ecossistema aquático. Laboratório
Nitrogênio Total  (mg de N/L) ou
Nitrogênio Kjeldahl NTK
O Nitrogênio Total ou Kjeldahl é a soma dos nitrogênios orgânico e amoniacal. É importantes para avaliar o nitrogênio disponível para as atividades biológicas.  Laboratório
Fósforo Total (mg/L) Fósforo orgânico e inorgânico. É o elemento determinante no processo de eutrofização dos corpos hídricos. Em corpos d'água são elementos fundamentais para o controle das taxas de crescimento de algas e cianobactérias. Importante para o cálculo do IET ‐ Índice do Estado Trófico. Laboratório
Clorofila a (μg/L) Indicador da biomassa fitoplanctônica. É a principal variável indicadora de estado trófico dos ambientes aquáticos. É o indicado para verificação do nível da produção primária. Importante para o cálculo do IET ‐ Índice do Estado Trófico. Laboratório

Parâmetros físicos

Temperatura (ºC) Influencia processos biológicos, reações químicas e bioquímicas na água. Está diretamente relacionado à concentração de oxigênio dissolvido. In situ
Salinidade Mede a concentração de sais minerais dissolvidos na água, e que influenciam processos biológicos, reações químicas e bioquímicas. In situ
Turbidez NTU

 

Indica a presença de material coloidal em suspensão, tais como argila, lodo, matéria orgânica ou inorgânica e organismos microscópicos. A turbidez reduz a penetração da luz disponível para a fotossíntese, reduzindo a produtividade primária e com isso o oxigênio dissolvido. In situ
Sólidos dissolvidos totais Correspondem a toda matéria que permanece como resíduo, após evaporação e secagem da amostra a uma temperatura entre 103 e 105ºC durante um tempo fixado. Os sólidos podem reter bactérias e resíduos orgânicos no fundo dos rios,
promovendo decomposição anaeróbia e causar danos aos peixes e áreas de desova.
Laboratório
pH Importante para a geoquímica do sistema CO2 e atua como um indicador dos processos envolvendo a produção e a respiração biológica. Indicador da qualidade da água. pode estar relacionado p com o aumento da biomassa fitoplanctônica. O diminui pela quantidade de matéria morta a ser decomposta com formação de ácidos. Varia, dependendo do corpo de água ao receber as águas da chuva, os esgotos e a água do lençol freático. In situ

 

Parâmetros microbiológicos

Coliformes Totais Indicador da contaminação por matéria orgânica. Laboratório
Coliformes termosensíveis Avaliar a densidade e a sucessão das espécies em função das mudanças ambientais. Laboratório
Fitoplâncton Os organismos fitoplanctônicos respondem rapidamente (em dias) às alterações ambientais decorrentes da interferência antrópica ou natural É uma comunidade natural. indicadora do estado trófico, podendo ainda ser utilizada como indicador de poluição por pesticidas ou metais pesados. A presença de algumas espécies em altas densidades pode comprometer a qualidade das águas, causando restrições ao seu tratamento e distribuição. Atenção especial é dada ao grupo das cianofíceas, também denominadas Cianobactérias, que possui espécies potencialmente tóxicas. A ocorrência destas algas tem sido relacionada a eventos de mortandade de animais e com danos à saúde humana. Laboratório
Zooplâncton

 

O zooplâncton vem sendo avaliado como indicador da qualidade da água, principalmente quando se multiplica desordenadamente (bloom) na presença de fitoplâncton, sucedendo‐o causando queda de oxigênio a níveis muito baixo. Laboratório


Rod. Amaral Peixoto, Km 106, Horto Escola Artesanal, Balneário, São Pedro da Aldeia, RJ - CEP 28940-000
:: Tel:. + 55 (22) 2627-8539 :: (22) 98841-2358 ::