SITUAÇÃO E OPERAÇÃO DOS RESERVATÓRIOS

A Represa de Juturnaíba é o principal manancial da bacia, sendo responsável pelo suprimento de água para abastecimento público de aproximadamente 75% da população, em especial dos municípios da zona costeira. Originalmente, a superfície da lagoa era de 5,56 km², e após a construção da represa esse valor passou para 43 km², com a capacidade de acumular um volume da ordem de 10 milhões de m³ (Bidegain e Volcker, 2003).  

Atualmente a Concessionária Prolagos S/A é responsável pela operação e manutenção de rotina da barragem e da Lagoa de Juturnaíba, acordo assumido no Contrato de Concessão, sendo para isto contratada a Empresa Wuelf – Engenharia do Ambiente. Esta empresa é responsável por atender as seguintes premissas e atividades: 

.         Manter o volume máximo e constante no reservatório, para garantir o abastecimento público urbano, diluir ao máximo eventuais contaminantes e proporcionar inércia máxima a mudanças de temperatura e turbidez, etc.; 

.         Manter equipamentos de operação e manutenção funcionando em condições de projeto; 

.         Manter a instrumentação estrutural da barragem, mediante leitura e acompanhamento técnico especializado sistemático; 

.         Manter a salvo de qualquer atividade uma faixa de largura de 100 a 150 m em toda a orla do reservatório, contada a partir da margem que corresponde ao nível de água máximo, para preservar a vegetação ciliar existente e permitir a recuperação da vegetação nativa, estabelecendo um cordão mínimo de proteção do manancial; 

.         Efetuar o monitoramento qualitativo quantitativo das águas da lagoa a intervalos periódicos adequados e em estações de coleta definidas tecnicamente, com vistas a gerar uma série histórica de dados confiáveis. 

A empresa contratada segue as orientações do “Manual de Operação e Manutenção”, elaborado segundo “Relatório de Investigações e Estudos das Condições de Segurança e Operacionais – Barragem e Reservatório de Juturnaíba”. Este manual tem como finalidade descrever as obrigações e tarefas necessárias para a operação dos equipamentos hidro-mecânicos, bem como para manutenção dos mesmos e das demais estruturas que compõe todo o sistema de funcionamento da barragem de Juturnaíba. Desde 2007, a empresa vem gerando dados pluviométricos (índice pluviométrico) e das condições do tempo, vazão total estimada acumulada, e do nível médio do reservatório.

Faça o download do Manual de Operação e Manutenção da Barragem e Reservatório de Juturnaíba:


Acesse os dados de nível e índice pluviométrico da Represa de Juturnaíba:

 

Maio/2012

 Abril/2012

 Março/2012

Fevereiro/2012

Janeiro/2012

   

Ano 2011

.zip

Ano 2009 / 2010

.zip
 

Referência:

Bidegain, P.; Völker, C. M. - Bacia Hidrográfica dos rios São João e Ostras – Águas, Terras e Conservação Ambiental. Rio de Janeiro: CILSJ, 2003. 177p.

 


Rod. Amaral Peixoto, Km 106, Horto Escola Artesanal, Balneário, São Pedro da Aldeia, RJ - CEP 28940-000
:: Tel:. + 55 (22) 2627-8539 :: (22) 98841-2358 ::